RJ tem manhã violenta com tiroteios, mortes e interrupção na circulação de trens
Geral

RJ tem manhã violenta com tiroteios, mortes e interrupção na circulação de trens

Na Cidade de Deus, dois suspeitos morreram e PM localizou uma central de monitoramento do tráfico.

RJ tem manhã violenta com tiroteios, mortes e interrupção na circulação de trens
RJ tem manhã violenta com tiroteios, mortes e interrupção na circulação de trens
No Jacarezinho, tiros interromperam a circulação de trens. Na Cidade de Deus, dois suspeitos morreram e PM localizou uma central de monitoramento do tráfico. No Jacarezinho, tiros interromperam a circulação de trens.
A manhã desta quarta-feira (17) foi de muita tensão e violência em várias favelas do Rio de Janeiro. Nas redes sociais, moradores relataram tiroteios. Dois homens foram mortos num confronto com a polícia na Cidade de Deus, na Zona Oeste. A circulação de trens chegou a ser interrompida por causa de tiroteio na Favela do Jacarezinho. A Polícia Militar afirmou que, ao chegar na Cidade de Deus, foi atacada por bandidos e começou um confronto, no quais os dois suspeitos foram mortos. A PM disse que apreendeu duas pistolas com eles. Em redes sociais, moradores também falaram sobre o medo da rotina em que vivem. Um deles chega a comentar que é o “quarto dia de operações violentas nos últimos dez dias”. A polícia também localizou numa casa uma central de monitoramento digital do tráfico de drogas que abrange grande parte da Cidade de Deus. Foram apreendidas imagens e gravações que deixavam clara a realização de ações policiais, presença de quadrilhas rivais e a própria movimentação do tráfico. Segundo a PM, a central seria custeada pelo chefe do tráfico de drogas conhecido como Carlinhos Cocaína No Morro de São Carlos, no Estácio, no Centro do Rio, o Batalhão de Choque prendeu um suspeito que estava uma pistola, dois carregadores e um radiotransmissor. Em Senador Camará e na Vila Aliança, na Zona Oeste, moradores contaram que teve tiroteio. Imagens feitas na Vila Aliança mostram fogo em uma barricada na Rua do Magistrado.

Flagrante no Jacarezinho

Na Favela do Jacarezinho, no Jacaré, na Zona Norte, por volta das 7h um traficante armado com um fuzil circulava próximo ao muro da linha do trem. Logo depois, apareceram dois outros suspeitos, armados com pistolas. No flagrante feito pelo Globocop, em outro ponto da favela, um homem com uma pistola saiu correndo. E numa outra região da favela, mais dois traficantes apareceram armados, também com pistolas, numa boca de fumo. Nas imagens, pouco depois, eles param ao lado de uma banca onde os moradores compravam verduras. Ainda no flagrante, num beco, policiais encurralaram um suspeito detido. Um dos policiais parece chutar o homem, que já está dominado, enquanto outro policial segura o preso pelo pescoço. Depois de perceber que estava sendo filmado, o PM leva o suspeito para um lugar ao lado, onde não é possível mais vê-lo. Um dos policiais recolhe drogas e coloca num saco plástico, e em seguida os PMs levam o suspeito até a viatura. A Polícia Militar disse que apreendeu, com Lucas Marinho, 68 frascos de loló, 42 trouxinhas de maconha, um carregador de pistola e dois radiotransmissores. Ainda segundo a PM, mais cedo, os policiais foram recebidos a tiros quando chegaram na favela, para fazer a operação contra o tráfico de drogas. Por causa do tiroteio, a circulação de trens no ramal de Belford Roxo foi interrompida. Nas redes sociais, moradores relataram o clima de violência na região.