ATENÇÃO CONVOCAÇÃO A TODOS OS "H4CK3RS WHITE HAT" BRASILEIROS.
Geral

ATENÇÃO CONVOCAÇÃO A TODOS OS “H4CK3RS WHITE HAT” BRASILEIROS.

Vamos mostrar para essa trupe de políticos e outros mais que,

HACKER NÃO É CRACKER.

Logo após a matéria se encontra uma convocação a todos os guerreiros digitais (Hackers) para uma ‘pequena’ demonstração da VERDADE.

ATENÇÃO CONVOCAÇÃO A TODOS OS "H4CK3RS WHITE HAT" BRASILEIROS.
ATENÇÃO CONVOCAÇÃO A TODOS OS “H4CK3RS WHITE HAT” BRASILEIROS.
Para todo canto que observe agora, a frase é a mesma, HACKER invadiu, roubou, furtou dados do celular do Ministro Sérgio Moro, é blá blá blá, de todas as formas, acusando grupos que na realidade utilizam seus conhecimentos para o crescimento, o desenvolvimento da tecnologia, não fica por aí invadindo celular, criando vírus, malwares, spywares, isso já cansou. Nesta matéria vamos expor exatamente quem é quem, vamos lá: HACKERS:  Embora muitos de nós associemos a palavra hacker ao criminoso virtual, essa não é a definição correta. Qualquer pessoa que se dedique intensamente em alguma área específica da computação e descobre utilidades além das previstas nas especificações originais pode ser considerado um hacker. Uma pessoa se torna um hacker ao descobrir algo especial em um sistema qualquer que antes não parecia possível – não necessariamente uma brecha de segurança. Uma nova forma de editar uma planilha do Excel, navegar na internet utilizando metabuscas que antes não eram conhecidas, assim por diante, são todas especialidades que não existiam e foram descobertas ou criadas por especialistas (ou hackers). Os meios de comunicação normalmente não diferenciam um hacker em alguma área específica de um criminoso virtual, tratando ambos com o mesmo sentido de ilegalidade. Mas um especialista não é necessariamente um criminoso. Por exemplo, alguém com experiência de programação fora do comum pode tanto criar programas comerciais com alto valor agregado como descobrir uma brecha de segurança em outros programas construídos com ela, sendo mais importante a índole da pessoa do que a sua habilidade técnica. Em um sentido mais amplo, uma pessoa com conhecimento avançado em áreas fora da informática também pode ser considerada hacker. Engenheiros, marceneiros, mecânicos e até cozinheiros podem descobrir maneiras fora do comum de realizar algo, então também podem ser considerados hackers se formos mais abrangentes.
CRACKERS: Os crackers são pessoas aficionadas por informática que utilizam seu grande conhecimento na área para quebrar códigos de segurança, senhas de acesso a redes e códigos de programas com fins criminosos. Em alguns casos, o termo “Pirata Virtual” é usado como sinônimo para cracker. Diferente do que se prega na mídia, hackers e crackers possuem propósitos totalmente diferentes. Enquanto o primeiro grupo visa tornar a informática acessível a todos e apenas apontar possíveis falhas de um sistema, o segundo conjunto invade computadores e quebra sistemas de segurança procurando lucrar o máximo possível com a ação. Os termos utilizados para nomear os malfeitores da internet também dão origem a outras gírias virtuais. O cracker, como explicado acima, é a pessoa que invade os sistemas a fim de quebrar os códigos de segurança.

Outros grupos

Além dos crackers de programas ou sites, há os Phreakers. Estes são mais focados em invadir equipamentos eletrônicos e sinais de TV a cabo ou burlar sistemas telefônicos. Há também os Carders, que são os crackers de cartões de crédito e sua meta é roubar senhas para poder realizar desde compras online até saques em caixas eletrônicos.

 H4CK3R

GS3uymOI8BGTyEz9v97Zkgza

+maQ7EuQPthkI4TLw7ajLzxzGvJbxcuayAN6sGEAjV4JpNRLMMGcx7pRytye2jL0Y/HTo0C2tcyUXOHkj

+v3ME1EV7r2EdagR6h0Dcdvu1LPQayU0668uJELjqdRjZw/GufBfjntYhzzsBtrmdzDaJKXleQKGmmpSDbGdpNQHgqTv

02n18UHbEcers6Mr1xfUxLlvuOkyQxx79DCRIdE7S1MZPZNX187Wk0RqAkVHTHE6yAwHZohAj+WdjgyUAIOFk

+KecVoKlI3h26XtAemKFj3dTd/W4sVbsNvCD4NgXkoFlOzUFj

+z7TteJ6LiTg/HX//WsNMSRITmp5cQGG8a47/rBy70Q5OF0Uq/ADVHpW9KBrtqvbzFbHUq2ukzzJjJ4iaVNH7W9uDwmD

mR88=

Por: Roberto Loureiro