Segundo a Petrópolis, Minas Gerais consome 13,8 % de toda cerveja produzida no país.

O grupo de bebidas Petrópolis
O grupo de bebidas Petrópolis

O grupo de bebidas Petrópolis decidiu ampliar de 700 milhões para 1 bilhão de reais investimento na construção de sua primeira fábrica em Minas Gerais, que terá a capacidade produtiva duplicada ante o projeto inicial para 9 milhões de hectolitros de cerveja por ano.

A companhia, dona dos rótulos Itaipava, Crystal e Petra, afirmou em comunicado que a fábrica em Uberaba (MG) será a maior do grupo no país, com capacidade para produção de 256 mil latas e 120 mil garrafas por hora.

A empresa, que compete com gigantes internacionais como Ambev ABEV3.SA> e Heineken HEIN.AS>, tem atualmente sete fábricas no país, produzindo além de cerveja refrigerantes e energéticos.



A fábrica mineira foi divulgada em abril, “mas o anúncio da instalação no Estado foi tão positivo que mesmo em fase de construção, já se faz necessário uma linha de produção maior que a prevista no projeto inicial”, afirmou a Petrópolis em comunicado. A empresa acrescentou que a decisão de ampliar a unidade foi tomada “após encontro da diretoria do grupo com o governo de Minas Gerais”.

Segundo a Petrópolis, Minas Gerais consome 13,8 por cento de toda cerveja produzida no país. A empresa atualmente atende o mercado mineiro por meio das fábricas em Boituva (SP) e Petrópolis e Teresópolis, ambas no Rio de Janeiro, o que encarece a distribuição do produto no Estado.

Fonte: Reuters
Por: Alberto Alerigi Jr.