Projeto ‘Jogar para vencer’ do Centro Educacional Terra Santa

foi selecionado e terá apoio financeiro para fazer investimentos estruturais.

Camila Pitanga anuncia que projeto em Petrópolis, vai receber recursos do Criança Esperança
Camila Pitanga anuncia que projeto em Petrópolis, vai receber recursos do Criança Esperança

Atriz Camila Pitanga visitou o Centro Educacional Terra Santa em Petrópolis, na tarde desta terça-feira (9), para anunciar que o projeto “Jogar para vencer” foi aprovado e vai receber recursos do Criança Esperança para fazer investimentos estruturais na unidade.

Com a verba da campanha de mobilização social, que tem parceria com a Unesco, o Terra Santa vai cobrir a quadra onde os alunos participam de atividades externas.

A instituição também vai investir em pintura, construção de banheiros, vestiários, reforma do piso e instalação de bebedouros.

Além de anunciar a aprovação do projeto, a atriz brincou e se divertiu com os alunos da instituição.



“Saber que estamos aqui, regando o trabalho já feito por outras pessoas, como no Centro Educacional Terra Santa, nos engrandece, dá sede de vida e vontade de fazer isso em outros lugares”, disse a atriz.

Camila foi recebida com carinho e euforia das crianças atendidas pela instituição.

“Vi pela reação delas, o quanto era necessária a construção dessa quadra. Ser mensageira disso, é de uma alegria infinita”, afirmou.

O presidente do Centro Educacional Terra Santa, Padre Denis Bispo, comemorou a conquista.

“Quando assumi a presidência da instituição, depois de anos de trabalho feito pelos franciscanos, já existia esse projeto de cobrir a quadra. Nós estávamos ansiosos por isso. Como a cidade tem um clima em que muitas vezes a chuva é repentina, as crianças ficavam mais restritas nesses dias”, disse.

Segundo o padre, a ideia é oferecer ainda mais atividades para os alunos da instituição. “Essa aprovação para gente foi motivo de grande alegria, pois agora vamos ampliar as possibilidades de lazer para as crianças”, contou.

O Terra Santa

A instituição atende gratuitamente crianças de 5 a 10 anos em horário complementar com atividades educativas, e também adolescentes à partir dos 12 anos e adultos, com oficinas educativas e profissionalizantes.

Núbia Freitas de Carvalho, coordenadora geral do Terra Santa, disse que a instituição carrega anos de história, dedicação e muito trabalho.

Ela também citou a atuação do Frei Antônio Moser, que era diretor do projeto, e morreu na BR-040, em uma tentativa de assalto.



“O Frei Moser plantou a semente. Foi um batalhador, lutou, tirou recursos de onde nem existia, para fazer o que podia por essas crianças. Nós continuamos aqui nessa missão e nada no mundo paga o que recebemos em troca”, afirmou, referindo-se ao carinho dos alunos.

Fonte: G1