Demora, auxílio emergencial em análise. Saiba porque

A aprovação ou não do cadastro do auxílio emergencial

tem sido um questionamento recorrente

Demora, auxílio emergencial em análise. Saiba porque
Demora, auxílio emergencial em análise. Saiba porque

A aprovação ou não do cadastro do auxílio emergencial tem sido um questionamento recorrente entre os solicitantes, que permanecem com o status do cadastro “em análise”. Saiba a seguir como funciona o processo de aprovação do cadastro.

A CAIXA disponibiliza o aplicativo e o site para cadastramento e acompanhamento das solicitações do auxílio. As informações coletadas por estes canais são enviadas à Dataprev para avaliação dos requisitos previstos na lei.

O banco informa que o cidadão deve aguardar o resultado da avaliação efetuada pela Dataprev, instituição do Governo Federal responsável por verificar se o trabalhador cumpre todas as exigências previstas na lei. A liberação dos recursos será efetuada após o recebimento das informações, para os cidadãos que tiverem o direito ao benefício reconhecido.

O aplicativo CAIXA I Auxílio Emergencial passa a disponibilizar a possibilidade de nova solicitação ou contestação do resultado da análise efetuada pela Dataprev, para alguns casos, conforme definido pelo Ministério da Cidadania.




DÚVIDAS E RECLAMAÇÕES

Diversos internautas relatam que se cadastraram desde abril , mas que desde então não tiveram qualquer resposta.  Estas são algumas das perguntas enviadas à coluna:

“Estou em análise desde 07/04… Isso é um absurdo! Sou mãe solteira e estou desempregada. Estava vivendo de vendas! E agora como se faz para viver?! Que falta de respeito com a população‼ 

“Estou desempregada,  fazia doces para festas, não tenho nenhuma encomenda desde do dia 20 de março, quando foram proibidas as festas. Não sei o que fazer. Estou desde o dia 7 em análise, o que fazer? 

Olá, meu esposo fez o cadastro no auxílio emergencial no dia 7 de Maio e continua em análise. O que posso fazer?

Fiz meu cadastro no começo deste mês, mas até agora não saí da análise. O que posso fazer?

Desde o dia 2 estou esperando uma resposta e até agora nada. Me ajuda?

* O QUE DIZ A CAIXA?

Nossa equipe entrou em contato com o Ministério da Cidadania e com a Caixa Econômica Federal, que informaram o seguinte:

Todos os que fizeram o cadastro entre os dias 7 e 10 de abril e não tiveram resposta devem refazer o cadastro no aplicativo. Apesar de questionados, Caixa e Ministério não explicaram a razão pela qual é necessário refazer este cadastro.

A Caixa informa que o aplicativo e o site estão sofrendo constantes atualizações. Nessa última atualização, a o aplicativo permite corrigir dados e fazer contestações, informa a Caixa.

“Dentre as últimas implantações efetuadas, informamos que para os casos em que houve mais de uma solicitação do Auxílio Emergencial do governo federal por grupo familiar e que a resposta da Dataprev foi “Dados Inconclusivos”, houve um ajuste para permitir que os trabalhadores realizem um novo cadastramento sem o bloqueio com a mensagem “CFP já cadastrado” ou “CPF vinculado a uma composição familiar”, possibilitando ao cidadão corrigir os dados anteriormente informados e finalizar uma nova solicitação.”

Motivos para negativa do Auxílio Emergencial:

– Ser menor de 18 anos;

– Ser empregado com carteira assinada;

– Estar recebendo Seguro Desemprego;

– Aposentado ou pensionista do INSS;

– Receber demais benefícios, com exceção do Bolsa Família: Benefício de Prestação Continuada (BPC); Auxílio Doença; Garantia Safra; Seguro Defeso;

– Ser de família com renda mensal por pessoa mais de meio salário mínimo (R$ 522,50);

– Renda familiar mensal total maior que três salários mínimos (R$ 3.135);

– Ter tido rendimentos tributáveis, em 2018, acima de R$ 28.559,70, ou seja, que tenha declarado Imposto de Renda em 2019;

– Cadastro como “mãe solteira” de mulher casada;

– Cadastro de mais de duas pessoas da mesma família;

– Limite maior que duas pessoas que recebem Bolsa Família;

– CPF irregular (deve regularizar junto à Receita Federal;

– CPF de pessoa falecida;

– Cadastro em aplicativo ou site fraudulento, que não seja o Auxílio Emergencial I CAIXA.

Reforçando que, se o resultado da análise voltou com resultado “não aprovado”, e a pessoa discordar que está entre as opções acima, que são impeditivas para a aprovação do benefício, ela pode realizar a contestação no aplicativo ou site Auxílio Emergencial.

Além dos casos acima, alguns erros na hora de preencher os dados de cadastro podem implicar numa maior demora da verificação, ou ainda voltar com a resposta “dados inconclusivos”, quando é possível realizar nova solicitação corrigindo os dados apontados.

Outros erros de cadastro e preenchimento: 

– marcação como chefe de família sem indicação de nenhum membro;

– falta de inserção da informação de sexo;

– inserção incorreta de dados de membro da família, tais como CPF e data de nascimento;

– mais de uma pessoa realizar cadastro e houver divergência nos dados entre eles;

– cadastro por mais de duas pessoas do mesmo grupo familiar;

– inclusão de alguma pessoa da família com indicativo de óbito;

– se regularizou ou atualizou os dados do CPF recentemente, deve aguardar pelo menos três dias para tentar novamente.

Fonte: CEF – Caixa Econômica Federal

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.